• Cardiomed

SUPLEMENTO OU SOL PARA OBTER VITAMINA D?

Para garantir o nível adequado da substância no corpo o ideal é "tomar" sol entre 10h e 14h, indo completamente ao contrário do que tanto foi falado nas últimas décadas, especialmente na área de dermatologia. O que se sabe em termos científicos é que a vitamina D tem maior estabilidade e meia-vida (tempo no organismo) mais longa quando é produzida pela exposição ao sol e não pela suplementação, mesmo que a segunda opção seja de fato muito boa. Pesquisas confirmam que a exposição ao sol ainda é a melhor saída (mais sensata e barata inclusive). O que acontece no corpo quando nos expomos ao sol é que, na epiderme, a 7-dehidrocolesterol se converte em pró-vitamina D3 por uma reação não enzimática. Em seguida, é convertida em vitamina D3, por reação de isomerização térmica e, por fim, em fase hepática (no fígado), ela se converte em 25 hidroxivitamina D3 (que nos exames de sangue você consegue mensurar analisando 25 (OH) D ou D3. E tudo isso ocorre por um estímulo inicial: reação não enzimática mediada por radiação ultravioleta mais intensa (UVB), ou seja, exposição ao sol quando os raios UVB estão em alta.


Fonte: UOL VIVER BEM


5 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo