• Cardiomed

SORRISO BONITO E CORAÇÃO SAUDÁVEL

Para prevenir doenças que afetam o coração, é recomendado controlar a pressão arterial e o colesterol, manter uma alimentação equilibrada e praticar exercícios físicos. A prevenção também depende da saúde bucal do indivíduo. O corpo é um sistema integrado e o que acontece em uma região pode se refletir em outra. Doenças que afetam a gengiva, os ossos e os ligamentos em volta dos dentes estão diretamente ligadas aos problemas cardiovasculares.

Segundo pesquisadores do Instituto Norte-Americano de Saúde, as inflamações bucais, como cáries, abcessos, gengivite e periodontite, aumentam em 25% as chances de ter alguma doença cardiovascular. A explicação é simples. As bactérias presentes no tecido gengival entram na corrente sanguínea e se instalam nas válvulas cardíacas e na camada interna do coração. A proliferação destes micro-organismos no endocárdio provoca a chamada endocardite, uma infecção que pode levar o indivíduo a morte”.

A endocardite aguda é caracterizada por início súbito, febre alta e dano extenso e rápido à uma válvula cardíaca. Já a endocardite subaguda evolui mais lentamente e causa sintomas como febre leve, perda de peso, sudorese noturna, elevação da frequência cardíaca e anemia. Em ambos os casos o diagnóstico se faz por ecocardiograma e culturas de sangue e o tratamento inclui antibióticos venosos e, às vezes, cirurgia cardíaca


FONTE: EDITORA PLENA



2 visualizações0 comentário