• Cardiomed

REDUZIR O AÇÚCAR FAZ BEM

Você já parou para pensar na quantidade de açúcar que ingere todos os dias? Ele não está presente apenas nas sobremesas, biscoitos, bebidas ou no chocolate que comemos nos intervalos entre as refeições, mas em uma variedade de alimentos industrializados, como caldo de carne, macarrão, molho de tomate, ketchup, barrinha de cereais e pães. A quantidade é muito maior do que a gente imagina e, mais cedo ou mais tarde, a conta desse excesso chega para o organismo.

Ela pode vir na forma de baixa imunidade ou de doenças crônicas não-transmissíveis, como o aumento de peso, o que é um fator de risco para o desenvolvimento de patologias como a hipertensão e problemas cardiovasculares, e o diabetes. Quando se consome muito açúcar, os níveis de glicose aumentam e o pâncreas produz mais insulina do que o habitual. Se esse estímulo passa a ser frequente, ele começa a não ter capacidade de dar conta da alta demanda, podendo desenvolver resistência insulínica: o próprio diabetes 2.

Por isso, devemos colocar o pé no freio na hora de consumir açúcar. Isso significa o fim do prazer de saborear doces e sobremesas? De jeito nenhum. O ideal é substituir a substância, que é nutricionalmente nula, por outra proveniente de alimentos saudáveis, como a frutose, um açúcar natural encontrado em frutas frescas e desidratadas e que gera energia para o corpo.


Fonte: SÁUDE BEM ESTAR.PT


2 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo