• Cardiomed

HÁBITOS QUE INFLUENCIAM A SAÚDE CARDIOVASCULAR

Um estudo realizado na Harvard Medical School (EUA) e publicado no periódico Jama em outubro de 2020, revelou que casais e famílias que vivem juntos precisam estar sempre atentos à saúde do coração de todos. Isso porque parceiros e pessoas que dividem o mesmo teto compartilham fatores de risco e hábitos que influenciam na saúde cardiovascular. Ou seja, apesar de se cuidar, você pode sofrer a interferência de um costume não tão benéfico ao coração de alguém que está presente no seu dia a dia. E que fatores e hábitos são esses? Os cientistas consideraram na pesquisa sete pontos de risco para doenças cardíacas: tabagismo, atividade física regular, índice de massa corpórea, alimentação, níveis de açúcar no sangue, colesterol e pressão arterial. Como destacam os próprios autores do estudo, isso não quer dizer que relacionamentos e a convivência são ruins para o coração - muito pelo contrário, elas podem ser benéficas. O importante aqui é entender como seus comportamentos e costumes influenciam na saúde de quem convive com você e o que pode ser feito, em conjunto, pensando no bem de todos aqueles que compartilham o mesmo espaço.


Fonte: UOL


1 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo