• Cardiomed

COMO TRATAR O BULLYING

No Brasil, o bullying é duas vezes maior do que a média geral das instituições de ensino em 48 países, segundo dados de 2019 da OCDE (Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico). Por aqui, a incidência do problema de forma semanal ou diária é reportada por quase 30% dos diretores das escolas de ensino fundamental e cerca de 20% dos de ensino médio. O percentual supera em muito as médias da América Latina (13%) e do mundo (14%).

Em seu estudo, a organização conta que a violência física e emocional contra estudantes precisa ser enfrentada de novas maneiras, especialmente no país. Em sua terceira temporada na Netflix, a série "Cobra Kai", sequência sobre a vida dos personagens dos filmes "Karatê Kid" dos anos 1980, propõe que com aulas - polêmicas - de combate marcial vítimas de bullying podem aprender a se defender e com isso intimidar e impor respeito a seus adversários.

Entretanto, especialistas asseguram que, embora o esporte possa ser um aliado, situações de bullying são solucionadas de forma pacífica. Por meio de uma rede de apoio composta por pais, professores, alunos, psicólogos, e não com os valentões levando a pior, mas sendo compreendidos e ajudados.


Fonte: UOL


4 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo