top of page
  • Foto do escritorCardiomed

ATLETAS DE FIM DE SEMANA PODEM TER MAIS RISCOS DO QUE BENEFÍCIOS PARA O CORAÇÃO

Se você é do tipo de pessoa que deixa de fazer exercícios durante a semana e espera para "compensar" o esforço no sábado ou domingo, deveria repensar essa escolha. Submeter o coração a um esforço intenso e repentino pode desencadear alguns malefícios.

O cardiologista Fernando Costa, da BP — Beneficência Portuguesa de São Paulo, explica que qualquer órgão do corpo precisa de um treino para passar por uma atividade intensa — e com o coração não é diferente.

"O esforço físico de alguns se torna bastante intenso para aquilo que ele tem de preparo, e aí podem acontecer problemas sérios", alerta Costa.

Em atividades que exigem um esforço maior, como a prática de esportes e a corrida, a adaptação deve ser constante.

"Os atletas de fim de semana, às vezes, estão complicando mais o coração do que fazendo bem a ele", avisa o especialista.

De forma exemplificada, quando um atleta se contunde, ele não volta a fazer a atividade física no nível em que estava antes da lesão. O mesmo ocorre com alguém que não pratica atividade física: ele não pode começar em um nível intenso, é uma construção.

"O que acontece é que as pessoas que não praticam esporte não têm atividade física adequada e, portanto, não treinam o coração. Chega o fim de semana, resolvem fazer uma atividade física intensa", diz Costa.


Fonte: R7



8 visualizações0 comentário

Commentaires


bottom of page