• Cardiomed

ATENDIMENTOS PEDIÁTRICOS NA COVID-19

Em São Paulo, epicentro da crise no país, não se sabia ao certo, de início, como as coisas iriam acontecer, principalmente na pediatria. Não se sabia se haveria uma sazonalidade muito grande, juntando as doenças que normalmente já se tem nessa época do ano, como o VSR e influenza, por exemplo, com o novo coronavírus. Mas na pediatria, está acontecendo exatamente o contrário do que se acontece todo ano e do que está havendo com adultos no momento. Os pronto atendimentos ficaram vazios e na maior parte dos hospitais, o movimento caiu para 10 a 20% do habitual. As UTIP estão vazias. Nos hospitais privados, muitos dos leitos que são abertos como extras, nessa época do ano, não foram ativados ou foram destinados ao atendimento de pacientes adultos.

Com tão poucas crianças precisando de cuidados hospitalares, muitos pediatras estão auxiliando o atendimento de pacientes adultos. Nos Estados Unidos, por exemplo, os pediatras têm ajudado nos plantões noturnos em UTI ou trabalhando em unidades destinadas a pacientes com Covid-19, que não precisam mais de cuidados intensivos. Nos hospitais públicos de São Paulo, os pediatras já estão sendo preparados para um possível atendimento de adultos, através do alargamento da faixa etária de atendimento na pediatria para 18 anos.


Fonte: Portal PEBMED


2 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo