• Cardiomed

A DIETA DO BRASILEIRO MUDOU NA PANDEMIA

Durante o isolamento social exigido na pandemia, um dos aspectos da vida cotidiana atingidos foi a alimentação. Porém, de acordo com acompanhamento que está sendo realizado pelo Núcleo de Pesquisas epidemiológicas em Nutrição e Saúde da Universidade de São Paulo, as mudanças ocorridas ao longo dos últimos meses apenas reforçaram os hábitos alimentares característicos de acordo com as classes sociais. Entre as classes A e B, houve aumento do consumo de frutas e verduras, enquanto entre os mais carentes subiu a ingestão de alimentos processados e pouco nutritivos. A pesquisa deverá ser concluída dentro de dois anos, quando apresentará um retrato completo das transformações na mesa do brasileiro impostas pelo novo coronavírus.

Ponto positivo encontrado pelo estudo, que analisou as respostas dos participantes antes do primeiro caso de coronavírus no Brasil e quando as políticas de isolamento estavam mais rigorosas, foi a preparação da comida pelos próprios consumidores.


Fonte: UOL VIVA BEM


2 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo